Buscar
  • Brunno A. Nóbrega

Como ensinar crianças a "largar" as fraldas




A dificuldade de muitos pais em ensinar seus filhos a usarem o vaso sanitário / penico me levou a conhecer, há muitos anos, a obra de Barton D. Scmitt ("Your Child's Health" - 1999). Dentre os assuntos abordados pelo autor, há uma importante contribuição sobre como orientar os pais no desafio de fazerem seus filhos "largar" as fraldas.


COMO USAR O BANHEIRO - PRINCÍPIOS BÁSICOS Definição Seu filho terá aprendido a usar o banheiro quando:

-Sem ninguém lembrá-lo, ele for ao vaso sanitário.

-Tirar a roupa.

-Fizer xixi / cocô.

-Vestir a roupa.


Algumas crianças aprenderão a controlar a bexiga; outros, o intestino. É possível realizar, ao mesmo tempo, o treinamento para ambos os tipos de controle. O controle da bexiga, durante a noite, geralmente (nem sempre) começa alguns anos após o controle durante o dia.


O método gradual de ensinar a usar o banheiro descrito a seguir, geralmente, pode ser concluído em um período de 2 semanas a 2 meses.


Sinais de que seu filho está pronto para aprender a usar o banheiro Não inicie o treinamento até que esteja claro, para você, que seu filho está pronto para tal. A criança, para estar preparada, necessitará aprender conceitos e habilidades que podem ser ensinados quando ela está com cerca de 12 meses de idade.


Pode ser útil, para seu filho, que você leia livros especiais sobre como usar o vaso sanitário / penico. Outra opção é o uso de vídeos educativos sobre o assunto:

Algumas crianças estarão preparadas para aprender a usar o banheiro aos 18 meses de idade, e, aos 2 anos, quase todas. Quando seu filho estiver com 3 anos de idade, provavelmente, terá aprendido a controlar-se sozinho.


Os seguintes sinais indicam que seu filho está pronto para aprender:

1. Seu filho entende o que significa "xixi", "cocô", "seco", "molhado", "limpo", "sujo", "penico" e "vaso sanitário" (ensine para ele essas palavras).


2. Seu filho entende para que serve o penico. Ensine a esse respeito deixando-o observar os pais, seus irmãos maiores e outras crianças que tenham mais ou menos a mesma idade dele usando o banheiro corretamente.


3. Seu filho prefere as fraldas limpas e secas. Troque-o frequentemente para fomentar essa preferência.


4. Seu filho gosta que o troque. Tão logo ele comece a andar, ensine-o que vá até você, imediatamente, quando estiver molhado ou sujo. Elogie-o quando ele for até você para que o troque.


5. Seu filho entende a relação entre as calças secas e o uso do penico.


6. Seu filho pode reconhecer a sensação da bexiga cheia e a necessidade de defecar: caminha de um lado para outro, dá pulos, põe as mãos sobre a genitália, tira as calças ou se senta com as pernas encolhidas. Ajude-o a entender estes sinais: "seu corpo quer fazer xixi ou cocô; ele precisa de sua ajuda". Ensine-o a procurá-lo nesses casos.


7. Seu filho tem a capacidade de adiar um pouco o ato de urinar ou defecar. Pode ser que ele se afaste um pouco e volte molhado ou sujo, ou pode ser que acorde seco.


Método para ensinar seu filho para usar o banheiro

A forma de ensinar a seu filho a usar o banheiro consiste em proporcionar-lhe estímulo e elogio; seja paciente e faça com que o processo seja divertido. Evite qualquer pressão ou castigo. Seu filho deve sentir que ele controla o processo.


1. Compre o que for necessário.

Penico / adaptador para assento de vaso sanitário. Se os pés alcançarem apoio enquanto estiver sentado no peniquinho, seu filho poderá fazer força e, ainda, ter sensação de segurança. Ele também poderá se sentar / levantar sempre que quiser.



2. Faça com que a cadeira do peniquinho seja uma das posses favoritas de seu filho.

Várias semanas antes de começar a ensinar seu filho a usar o banheiro, leve-o com você para comprar o penico / adaptador para assento de vaso sanitário. Esclareça para ele que esta é sua cadeirinha especial. A criança poderá ajudar a pôr seu nome na cadeira. Deixe que a criança decore a cadeira ou que a pinte de cor diferente. A seguir, faça com que ele se sente nela, totalmente vestido, até que se sinta cômodo como se estivesse em um assento. Faça-o sentar-se na cadeira enquanto assiste à televisão, toma algum lanche, entretêm-se com algum brinquedo ou enquanto olha algum livro. Mantenha a cadeira em um quarto onde seu filho sempre brinca sempre.  


3. Estimule os períodos de prática com o penico.

Quando o treinamento for iniciado, deixe seu filho apenas de cueca (ou calcinha). Faça um ensaio prático toda vez que seu filho der um sinal que pareça ameaça de evacuação ou micção (sons ou expressões faciais, grunhidos, pôr as mãos sobre a genitália, tirar as calças, andar de um lado para outro, sentar-se de cócoras, contorcer-se ou soltar gases). Outras boas ocasiões são 20 minutos após as refeições. Diga para ele, de forma estimuladora: "o cocô (ou xixi) quer sair; vamos usar o peniquinho". Cuide para que ele vá até o penico e sente-se sem calças. A seguir, você poderá dizer para a criança: "faça o xixi no peniquinho". Se seu filho não quiser colaborar, incentive-o a sentar-se no penico fazendo algo divertido, como por exemplo, ler uma história ou usar vídeo educativo (vide início da postagem). Se seu filho quiser levantar-se após cerca de um minuto de tentativas de incentivo a ele, permita que ele o faça. Nunca o obrigue a permanecer sentado. Nunca o force, fisicamente, a ficar sentado no penico, nem o ameace. Mesmo que seu filho pareça gostar de ficar sentado no penico, encerre cada sessão após 5 minutos, a não ser que esteja obtendo resultado.


4. Elogie ou recompense seu filho por sua cooperação ou por qualquer êxito.

Toda a cooperação de seu filho, nessas sessões práticas, deverá ser elogiada. Se seu filho urinar no penico, você poderá recompensá-lo com elogios e abraços. Após seu filho utilizar o penico por si só, as sessões de treinamento poderão ser suspensas. Durante a semana seguinte, continue elogiando a criança, freqüentemente, por estar seco e por usar o penico.


5. Troque seu filho após os "acidentes".

Troque seu filho tão logo seja possível, mas, mostre-se compreensivo. Diga a ele algo como "você queria fazer xixi no penico, mas fez na roupa; sei que incomoda porque gosta de ficar seco - logo melhorará". A seguir, troque a cueca (ou calcinha) da forma mais prazerosa possível e sem irritar-se. Evite o castigo físico, os gritos e os resmungos. A pressão ou a força podem fazer com que uma criança de 2 anos de idade deixe de cooperar completamente. Não mantenha seu filho molhado ou sujo como forma de castigo.


6. Leve seu filho para comprar novas cuecas (ou calcinhas).

Converta essa compra em recompensa por causa do êxito do seu filho. Compre vestes frouxas a fim de que seu filho possa retirá-las e colocá-las facilmente, sem ajuda. Ele só poderá utilizar fraldas quando, durante sonecas / sono noturno, ocorrerem acidentes.


12 visualizações

Endereço

 

R. José de Oliveira, 359 (Porto Seguro Mall & Office),

sala 123 (1o. andar) - Chácaras Silvânia

Valinhos-SP - Brasil - CEP 13271653

+55 19 999255522

contato@drnobrega.com.br

  • Preto Ícone LinkedIn

©2020 por Nóbrega & Associados Medicina S/S Ltda.